A genealogia dos Prestes de Albuquerque

http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=467834

http://www.familiaridade.com.br/sobrenome/Prestes%20de%20albuquerque.asp

http://julioprestes.wordpress.com/descendentes-do-coronel-prestes-e-de-julio-prestes-2/

Serafim Ferreira de Albuquerque, natural de Angatuba-SP, casado com Esméria Prestes, entre outros filhos tiveram:   

 

 

O Coronel Manuel Prestes de Albuquerque, que nasceu em 1818, casado com dona Inácia Francisca Vieira, nascida em 1822, filha de João Bernardo Vieira e Ana Balduína Vieira, natural do Rio Grande do Sul, teve os filhos: 

 

 

1- Inácio Firmino de Albuquerque

 

2 – Antonina Prestes de Albuquerque

 

3 – Coronel Fernando Prestes de Albuquerque

 

4- Elisa Prestes de Albuquerque

 

5 – Julia Prestes de Albuquerque

 

6 – Manoel Prestes de Albuquerque

 

 

O Coronel Manuel Prestes de Alburquerque morreu com 75 anos, em 1893.

 

Sua mulher Inácia morreu em 29 de fevereiro de 1897, também com 75 anos. Sepultados no Cemitério do Santíssimo. Itapetininga-SP. 

 

O Coronel Fernando Prestes de Albuquerque , natural de Angatuba-SP, em 26 de junho de 1855, casou-se com Senhora Dona Olímpia de Sant’Anna Prestes, filha de José Joaquim e Generosa Santana, nascida em 23 de julho de 1860 e falecida em 20 de março de 1901, e teve os seguintes filhos:

 

- dr. Júlio Prestes de Albuquerque, casado com dona Alice Prestes;  

 

- dr. Alceu Prestes de Albuquerque, casado com dona Ana Lurdes Prestes de Albuquerque;

 

-dr. Alcides Prestes de Albuquerque; 

 

- prof. José Prestes de Albuquerque, casado com dona Maria Aparecida Prestes de Albuquerque;  

 

- dona Olímpia Prestes; 

 

- dona Olívia Prestes Bernardes, casada com o dr. Francisco Bernardes Júnior; 

 

- dona Elisa Prestes Cesar, já falecida, que foi casada com o Coronel Avelino César; 

 

- dona Dulce Prestes de Paiva Azevedo, falecida; 

 

- dona Maria da Penha Prestes, falecida.  

 

 

 

DESCENDENTES DO DR. JÚLIO PRESTES DE ALBUQUERQUE:

 

 1- Marialice Prestes Pitombo, casada com de Mário Pitombo, que tiveram:

 

- A filha JULICE PRESTES PITOMBO – que teve os filhos: Teodoro Mendes Neto, Alice Prestes Mendes, Ana Maria Prestes Mendes Caldana e Júlio Prestes Mendes.  

 

2- Fernando Prestes Neto casado do Antonieta do Amaral Prestes, que teve: Maria Antonieta e Alice (gêmeas) e Maria Júlia.

 

3- Irene Prestes da Silva, casada com Sócrates Ribeiro da Silva, que tiveram:

 

- A filha BERNADETE MARIA.

29 Respostas to “A genealogia dos Prestes de Albuquerque”

  1. Carolina Says:

    Boa noite.

    Estou montando a minha genealogia.
    Meus avós são de Itapetininga.

    O nome do meu avô é Mário Prestes Cesar Assunção e avô Maria Olimpia Prestes Cesar Assunção.

    Não o encontrei aqui, gostaria de saber o por que

    Att,
    Carolina Varga Assunção Buselli

  2. Osvaldo Albuquerque Says:

    Sou descendente de Salvador Ferreira de Albuquerque, nascido em 08/10/1830, em Campina de Monte Alegre, município de Angatuba. Era filho de Joaquim José Ferreira de Albuquerque e Maria Antonia da Trindade Aranha de Albuquerque.
    Seu segundo casamento foi com Bernardina Carolina de Oliveira, nascida em Itapetininga.
    Tiveram 13 filhos, dentre êles meu avô, todos nascidos em Angatuba.
    Caso seja possível gostaria de conhecer qual a relação de parentesco com Serafim Ferreira de Albuquerque e, por consequência, com seu filho Coronel Manuel Prestes de Albuquerque.
    Note-se eram contemporâneos, mesmo sobrenome e mesma cidade.
    Tenho as árvores genealógicas quase completa dos descendentes deste meu avô paterno, da avó paterna, e também do avô e avó maternos.
    Agradeço possível informação.

    • Andrea Says:

      Sr. Osvaldo Albuquerque,
      Procuro também informações, pois também sou descendente do Sr. Salvador Ferreira de Albuquerque
      Por coincidência, o nome do meu pai também é Oswaldo Albuquerque, mas existem dúvidas se é Oswaldo, Osvaldo ou Osualdo!

      Agradeço a informação.
      Andrea Albuquerque Rodrigues

    • Daniel Prado Says:

      Salvador Ferreira de Albuquerque era primo do coronel Manuel Prestes de Albuquerque, Serafim Ferreira de Albuquerque era irmão de Joaquim José Ferreira de Albuquerque…
      Maios alguma pergunta sobre a genealogia Angatubense???

  3. Luís Celso Prestes de Mello Says:

    Por curiosidade entrei neste “site” e confesso que fiquei impressionado com os primeiros nomes dos familiares:- Antonina, Elisa, Mário, Maria Alice, Fernando, Julio, José e outros; são os mesmos de minha família, contudo os sobre-nomes divergem um pouco, porém todos são Prestes.
    Também quanto a Itapetininga, pois meu avô paterno nasceu nesta cidade.
    Minha avó Antonina Prestes de Mello – filiação Antonio Bernardo Vieira e Eliza Vieira Prestes.
    É bem provável que tenho parentesco com voces. Pode me explicar?

  4. Celise M. de Albuquerque Says:

    Estou a procura da familia de meu marido:Ferreira de Albuquerque.
    Nao sei quando os Ferreira se combinaram com os Albuquerque. Sei, que é uma familia pequena.Seu avô morreu, deixando seu pai, Geraldo, ainda bebe, mais 2 irmaos,(Lamartine e Alfredo) na gripe espanhola.
    A familia recente é de Brotas, mas achei neste site Ferreira de Albuquerque de Angatuba, sera que temos alguma ligaçao?

    • capitaodomingos Says:

      Não sei, mas procure obter dados mais exatos, datas e locais.

    • João Batista Jardim Says:

      Boa noite dona Celise. Os Ferreira se combinaram com os Albuquerque, em Cotia-sp, no ano de 1747, com o casamento de
      Antonio Ferreira Homem e Rita Machado de Albuquerque. De lá
      para cá a descendência é numerosa.É só o que consigo lhe res-
      ponder.

  5. Tatiana Prestes de Albuquerque Florêncio Says:

    Bom sou neta de Luis Prestes de Albuquerque filho de José Prestes deAlbuquerque quero saber o parentensco com JUlio Prestes

  6. Luciana Prestes Cesar Sanches Says:

    Sou filha de Lineu Prestes Cesar e neta de Eliseu Prestes Cesar.

  7. Bruna Soares de Oliveira Says:

    Minha bisavó paterna nasceu em Angatuba, e em sua certidão de nascimento, consta o nome de sua avó materna, que é Maria das Dores Prestes. A família mudou-se para Itapetininga, e meu avô afirma que sua mãe (minha bisavó) seria uma prima ou parente de Júlio Prestes. Gostaria de saber se há uma ligação entre as famílias.

    Atenciosamente,
    Bruna Soares

  8. Ana Regina Bastianelli Says:

    Olá, estou procurando a Maria Julia do Amaral Prestes (nome de solteira) que estudou no Colégio Notre Dame, na década de 60, no Sumaré, a respeito da Comemoração dos 70 anos desse colégio.Caso seja ela a mencionada como filha de Fernando e Antonieta, pedir para ela entrar urgente em contato comigo. Obrigada

  9. Dorilde Maria Fedrizzi Says:

    Estou procurando a certidão de casamento de Giuseppe Andrea Venturini casado com Acacia Albuquerque ( +- 1894/ 1904 )
    A familia Venturini residia em Arroio Grande( Santa Maria/RS.)
    Se puder nos ajudar.
    Agradecemos.

  10. José Luiz Nogueira Says:

    Estou atualizando a GENEALOGIA DA FAMÍLIA PRESTES DE ALBUQUERQUE.
    Se voce é um descendente desta família por favor me informe afim de que eu possa manter atualizados os registros e o nosso site.
    Obrigado
    José Luiz Nogueira de Itapetininga-SP

    jlnogueira@bol.com.br

    Visite nosso site: jlnogueira.no.comunidades.net

  11. maria lurdes viana prestes Says:

    eu tambem sou da familia prestes gostaria de saber se tenho algum parentesco com Luiz Carlos Prestes meu pai chama se Ladislau Prestes filho de Nestor Prestes são de Rio Grande Do Sul meu avô éra casado com Justina da silva Vargas eu sempre tenho essa curiosidade de saber meu pai sempre comentou que nós temos parentesco com ele mais eu não tenho serteza poderia me ajudar por fvor me chamo maria lurdes viana prestes

  12. Silvia Prestes Pitcher Says:

    Eu estou tentando fazer a genealogia do meu avo Possidonio Prestes de Moraes nascido em Itapetininga filho de Maria Francisca Prestes e José Firmino de Moraes, tinha uma irmã que se chamava Adelaide Prestes, ele era dentista e seus filhos se chamavam,Dinirah,Yolanda,José João,Carmen,Maria de Lourdes,Benedito e Vanda. Se alguém têm aguma notícia, favor me contatar. Um abraço Silvia Prestes Pitcher

    • Alan Says:

      Possidonio casou-se em primeira núpcias com Delfina Carneiro da Silva (depois Delfina Carneiro Prestes), irmã do meu avô, Cornelio da Silva Carneiro. Possidonio e Delfina tiveram os filhos: Maria de Lourdes (1905-1984), José (1907-1985), Alice (1909-1932), e outros 2 que provavelmente faleceram na infância: João (1911) e Iracema (1914). Creio que não tiveram mais filhos, já que Delfina deve ter morrido em meados dos anos 1910.

  13. Silvia Prestes Pitcher Says:

    Tenho que fazer uma correção no nome de meu bisavô, que na verdade se chamava Felisbino José de Moraes e não José Firmino de Moraes como enviei anteriormente. Ainda no aguardo de alguma notícia. Um abraço à todos!!!

  14. Dorilde Fedrizzi Says:

    A dificuldade para associar se é da mesma familia ou não, porque não conseguimos ainda saber quem são os pais da Cacia Albuquerque casada com Giuseppe Andrea Venturini.
    Não se encontra informações no Rio Grande do Sul,
    Se tens alguma informação vai ser muito improtante para dar continuidade a arvore Genealogica da familia Albuquerque, casada Com Venturini..

    Um abraço.

  15. jane Says:

    Olá bom dia!!eu sou Jane Freire de oliveira…e tenho como avó materna a senhora Benedicta Lopes de Albuquerque nascida em Itapetininga (28/06/1915), sempre a ouvi contar que tem parentesco com os “prestes de Albuquerque”de Itapetininga….como posso confirmar isso?

    • José Luiz Says:

      Boa noite Jane. Para confirmar é necessário verificar a Árvore de Costados da dona Benedita. Quem eram os pais dela? e os avós dela? Só assim voce poderá confirmar algum parentesco com algums dos Prestes de Albuquerque. Abraços zeluiz

  16. Dorilde Fedrizzi Says:

    Infelizmente não tenho maiores informações.
    Mas se queres montar tua arvore Genealógica a melhor forma é buscar as certidões a partir da tua certidão de nascimento,onde já consta os nomes dos teus 4 avós, a certidão de nascimento do teu pai, a do teu avô, do teu bisavô até chegar ao casamento e o óbito do imigrante.
    Esta é a melhor forma de montar tua arvore genealógica..
    A melhor fonte de informações são os próprios familiares, principalmente os mais velhos, que sabem onde faleceram os pais e os avós deles.
    Boa sorte.
    Dorilde Fedrizzi

    • capitaodomingos Says:

      não é tão simples nem fácil assim. estas certidões hoje censuram a cor da pessoa. peça de inteiro teor (também sofre censura).. custa 39.00 reais, vai enfrentar a má vontade do cartório. prometem pesquisar e mandar pelo correio, não fazem, dizem que não acharam… e TÁ CHEIA DE ERRo. VOCE deve conhecer aqueles casos no nordeste de registrar data errada, seis anos depois, nome errado dos pais e local de nascimento errado.

  17. elisabete Says:

    Gostaria de saber sobre João Cesar Falabrino de Albuquerque. Se tiver algo a informar, ficarei muita grata, pois Ele representou muito pra mim, gostaria de saber com o esta ?
    Agradeço!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: