marchinhas e sambas e música caipira

 Ó Seu Toninho

Da terra do leite grosso

Bota cerca no caminho

Que o paulista é um colosso

Puxa a garrucha

Finca o pé firme na estrada

Se começa o puxa-puxa

Faz do seu leite coalhada

 

Seu Julinho vem, Seu Julinho vem,

Se o mineiro lá de cima descuidar

Seu Julinho vem, Seu Julinho vem,

Vem, mas custa, muita gente há de chorar

 

Ó Seu Julinho, tua terra é do café

Fique lá sossegadinho

Creia em Deus e tenha fé

Pois o mineiro

Não conhece a malandragem

Cá no Rio de Janeiro

Ele não leva vantagem 

=

É sim senhor

Autor: Eduardo Souto
Intérprete: Francisco Alves
Gênero: Samba
Gravadora: Odeon

“Ele é paulista?
É sim, senhor.
Falsificado?
É sim, senhor.
Cabra farrista?
É sim, senhor.
Matriculado?
É sim, senhor.

Ele é estradeiro?
É sim, senhor.
Habilitado?
É sim, senhor.
Faz o cruzeiro?
É sim, senhor.
Povo dourado,
É sim, senhor.

Vem, vem, vem,
Pra ganhar vintém
Vem, seu Julinho, vem
Aproveitar também.
(Bis)”

==

É sopa

Autor: Eduardo Souto
Gênero: Francisco Alves
Gravadora: Odeon

 

“Vai começar o grande jogo para a conquista da taça oferecida pelo Catete Futebol Clube
(gritos)
Combinado B: “captain” Seu Tonico
(gritos)
Combinado A: “captain” Seu Julinho
(gritos)
Juiz: doutor Macaé, muito digno presidente do Catete Futebol Clube

Seu Tonico sem razão.
Ao juiz desatendeu,
E foi tal sua afobação,
Que a cabeça até perdeu.
O juiz, que é da barbada,
Seu Tonico pôs pra fora.
E gritou pra rapaziada:
Toca o bonde, tá na hora!

Pra vencer o combinado brasileiro.
Diz Getulinho: “É sopa, é sopa, é sopa”.
Paraibano com gaúcho e com mineiro.
Diz o Julinho: “É sopa, é sopa, é sopa”.

Foi pro gol o seu Tomé,
Bonde errado e sem coragem.
A torcida não fez fé.
Houve então bruta lavagem.
Pra jogar bem futebol
Só paulista e carioca.
Chova muito ou faça sol,
É no pau da tapioca.

Pra vencer o combinado brasileiro
Diz Getulinho: “É sopa, é sopa, é sopa”.
Paraibano com gaúcho e com mineiro,
Diz o Julinho: “É sopa, é sopa, é sopa.

=

Mais qui trapaiada

Autor: Jayme Redondo
Intérprete: Jayme Redondo
Gênero: Caipira

 

Lá na fazenda, uma cabocla bem bonita
Andava louca pra casar com “seu” Julita.
Mas o pai dela veio a mim se aconselhar
Se ela devia nem sabia se casar.
Eu sei que as moças quando pensam em casamento
Fazem as coisas mesmo até sem cabimento.
Aconselhei que ele devia consentir
Porque a essa altura ela podia escapulir
Por isso mesmo foi que eu disse que fizesse,
Que fizesse essa tolice, que jurasse de deixar
Ela querendo, bem dizendo, foi fazendo
Tapeando e namorando
E acabou por se casar.

Bem bão, bem bão, bem bão,
O “seu” Julita já não fica solteirão (bis)

Havia um moço lá no sitio Jaguarão
Que tinha o gosto de se fazer de valentão.
Ia correndo toda noite pra cidade
E machucava muita gente por maldade.
Ele pra mim veio uma noite se aprumando
Eu sou difícil, fui depressa me ajeitando
Mandei-lhe os pés bem na caixa do presunto
Por um nadinha que o valente era defunto
Esse danado me deixou atrapaiado,
Pelo júri fui julgado,
Fiz seis meses de prisão.
Mas desde esse dia que o valente impertinente
Nunca mais bateu na gente
Nunca mais foi Lampião.

Bem bão, bem bão, bem bão
Lá foi-se a caixa desse tal de valentão (bis)

Não é que a encrenca tá ficando “atrapaiada”,
Eu vejo as coisas mas não posso fazer nada.
É que os mineiros estão com toda a pretensão
Que vão ganhar de qualquer jeito as “eleição”.
O cavanhaque que é um “veiote” sacudido
Deu três pinotes de cabrito aborrecido
Telegrafou pra tudo que é governador
E depois disso deu risada e sossegou.
É que os mineiros arranjaram pouca gente
Foi somente o Rio Grande, que tá contente com o Totó.
O “Cavanhaque” tem Bahia, Pernambuco,
Tem São Paulo, Mato Grosso, Curitiba e Maceió.

Bem bão, bem bão, bem bão.
O “seu” Julinho vai ganhar as eleição” (bis)

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: